dia 19

Outra efeméride a 19 de julho de 1821:

  • A coroação de George IV, king of the United Kingdom of Great Britain and Ireland.

19 de julho de 2021, às 18h de Lisboa

Hoje, 19 de julho de 2021, às 18h de Lisboa, ZOOM ID: 83861817326

O livro A Imprensa na Revolução. Os Novos Jornais e as Lutas Políticas de 1975, do investigador Pedro Marques Gomes, editado pela INCM, é lançado na Fundação Mário Soares e Maria Barroso. A obra é apresentada por Maria Antónia Palla e Mário Mesquita. Sessão emitida em direto por Zoom ID: 83861817326.

O livro aborda a imprensa durante o processo revolucionário de 1974-1975, em que o país muda radicalmente e em que os jornais participam de forma ativa nessa transformação. A agitação vivida nas ruas é também vivida nas redações, em permanente ebulição, num tempo em que ficam célebres episódios envolvendo jornais e jornalistas, nos quais dificilmente se distinguiam as fronteiras entre a política e o jornalismo. Através de uma investigação histórica, na consulta de vários arquivos, de imprensa da época e na recolha de testemunhos de jornalistas que então se encontravam nas redações, este livro pretende sobretudo dar a conhecer as circunstâncias em que vão ser criados novos jornais privados, em 1975, as suas motivações e objetivos. Com a criação, em 1975, do Jornal Novo, O Jornal, Tempo e A Luta surgem projetos jornalísticos distintos, que, pretendendo ser uma alternativa à Imprensa então estatizada, foram, sob vários aspetos, inovadores e ousados. Foram também polémicos e participaram ativamente no curso dos acontecimentos, assumindo-se como defensores da legitimidade democrática, concluiu o autor, Pedro Marques Gomes, professor na ESCS e investigador do pólo HTC da FCSH da UNL. O livro resulta da sua tese de doutoramento em História Contemporânea, a que foi atribuído o Prémio FMS-F.EDP 2019.